domingo, 13 de abril de 2008

Pam e suas compras.




Minha filha, Pam, assumindo seu primeiro cargo executivo, comprou um conjunto de mala e frasqueira 'pink'!! Quando ela me contou da aquisição, pelo msn , do seu quarto de hotel (está em viagem de treinamento para o novo cargo), respondi: Ah! Que liiindo! Me sinto muito orgulhosa da sua segurança!

E pensei comigo mesma: Minha Pam tornou-se definitivamente uma mulher. E uma mulher muito segura de si, sem temer a opinião alheia.

Imaginei-a com aquele seu rostinho ainda de menina ,toda séria e apressada, do alto de seus 1,70 e algunszinhos, magrinha, dentro do figurino novo e necessário no dia-a-dia de sua função administrativa (terninhos de todas as cores, uma Prada preta e 1 Dolce Gabbana vermelha – falou dessas por último, meio que receosa pelo exagero, creio eu...) também comprado em Sampa (compras que fez repetindo sempre para si mesma - frente aos preços “irresistíveis” que achou por lá - como me confidenciou, aos risos: foco 1, foco 1!! )] andando pelos corredores dos aeroportos arrastando atrás de si as malas totalmente delirantes/barbie/patricinhas/kitsch/'pin-upemente' PINK!! Aquela menina-mulher e suas escolhidas malas da cor de sua colcha preferida da pré-adolescência era agora uma executiva em cargo de responsabilidade numa grande rede multi-nacional. Missão cumprida!

Confesso que senti um pouco de nostalgia lembrando da menina roqueira, contestadora, vestida de preto pra baixo e pra cima em seus piercings. Aquela menina crescera muito rapidamente. Eu, como mãe, acompanhei seu amadurecimento como pessoa e mulher com muita atenção e respeito. Não faltou uma boa dose de sofrimento devido à drástica mudança de situação financeira, aos seus 18 anos, resultado da minha separação de uma forma anti-ética e até mesmo violenta - com doses de sadismo - pelo outro lado da história, mas que não vem mais, mesmo, ao caso. Hoje sei que foi um ganho para todos nós que ficamos imobilizados no primeiro momento de espanto, mas não apáticos nem descrentes da vida. Crescemos todos, juntos. Os três (eu, Pam e Juno, meu outro filho). Na verdade, somos responsáveis por tudo que nos acontece. Então, não me considero uma vítima de ninguém, talvez, e apenas, da minha própria comodidade e estado ilusório de ser de então. E, lamentavelmente, meus filhos sofreram por isso. Mas acredito que temos compromissos com a nossa própria alma. E cada um é responsável pela sua, tanto quanto o é pelo seu corpo, seu destino, suas escolhas, suas colheitas. Pronto, chega dessa parte!

Poderia encher páginas e páginas falando da minha Pam. De como foi uma guerreira silenciosa e perseverante. . De menina mimada, andando de carro importado zero quilômetro, sem preocupações financeiras, pulou para menina trabalhadora como quem pula de casa no jogo da amarelinha. Eu ainda vou às lágrimas lembrando de todos os ônibus, vans passando por favelas em guerra (e tudo isso em horários noturnos, já que todos seus empregos no início – durante 4 anos - eram no horário de 15h às 22h). Algumas vezes eu ia pegá-la às 24 h no ponto de ônibus. Depois ficamos sem carro e ela descia na rua perto de casa e vinha sozinha junto ao meu coração que a acompanhava durante todo o trajeto até a casa. Hoje, terminando sua pós - paga por ela mesma assim como a faculdade o foi - está aí, mestre em sobrevivência com muita dignidade, nenhuma lamentação. Sei que neste país ainda éramos muito privilegiadas, tínhamos onde morar o que comer e conseguíamos pagar nossa contas básicas, mas vocês, mães, certamente entendem como doía assistir tudo aquilo (sempre com uma certa culpa).

Aquela menina protegida com tempo para longos discursos rebeldes em tardes quentes de ociosidade tornou-se essa linda mulher e excelente profissional. Jamais desviou do caminho. Lutou, sem dó de si mesma, e venceu.

Te amo e te admiro muito, Pam!
Márcia Leite

2 comentários:

ana disse...

Q lindoooooo!!!!

Lu Olhosde Mar disse...

q lindo.. crescer dói, mas vale. e malas pink..fazem parte.. tb tenho uma! hahaahah!

toda mulher é meio leila diniz, mas tb tem um quê de penelope charmosa!!!